Pular para conteúdo 
Зеленый кофе

O autor

Carlos Eduardo de Souza, Front-End Developer & Interface Designer na Coopers Digital Production, dedica seu tempo para o desenvolvimento de uma Web mais acessível. Possui certificado W3C em Mobile (sites e web apps) e HTML5.

Portfolio e blog sobre Web Standards – project.47, de Carlos Eduardo de Souza

Topo 31/08/06

Blog Day! Minhas indicaçőes

Esta é a lista dos 5 blogs que estou indicando, contribuindo para o Blog Day!

  • Rodrigo Muniz – Ótimo blog com conteúdos relacionados a Design, CSS, Webstandards e tecnologia. Já o visito há algum tempo e gosto muito da profundidade dos temas abordados.
  • A List Apart Brasil – Quem não conhece o famoso site A List Apart? Se vocę não conhece, trata de um site que publica artigos mensalmente (ou quase nessa frequencia de tempo) muito úteis nas áreas de Design, e tecnologias voltadas para a Web. O A List Apart Brasil traz os artigos traduzidos para portuguęs, contribuindo bastante para sua compreensão. Ótima qualidade!
  • Bruno Dulcetti – Outro blog sobre Webstandards e afins, com ótimo conteúdo e abordagem dos fatos.
  • Undergoogle.com – Blog relacionado a novidades e notícias sobre o Google.
  • Ciro Feitosa – Blog relacionado ŕ assuntos de desenvolvimento Web, com abordagens muito pertinentes para os profissionais da área.

Participe também do movimento! É só postar sobre 5 blogs, falando sobre eles e, claro, entrar em contato com os autores dos blogs avisando-os sobre sua referęncia.

6 comentários Assuntos: Geral
Topo 28/08/06

Comemore o Blog Day!

Dia 31/08 será comemorado o Blog Day, ou em bom portuguęs, Dia do Blog.

Este será um evento que promoverá a interação entre os blogueiros, consistindo na divulgação recíproca entre blogs de diversos países e assuntos. Desta forma, usuários descobrirão novos contatos e blogs, aumentando nossa rede e a contribuição entre o pessoal do meio. Muito bacana!

As instruçőes para participação, abaixo, foram retiradas do Blog do Maujor:

  1. Liste cinco novos Blogs que vocę ache interessantes.
  2. Notifique por email esses cinco bloggers de que serão recomendados por vocę no BlogDay 2006.
  3. Escreva uma pequena discrição dos blogs e o link para eles.
  4. Publique no BlogDay (no dia 31 de Agosto) esse post.
  5. Junte a tag do BlogDay usando este link: http://technorati.com/tag/BlogDay2006 e um link para o site do BlogDay: www.blogday.org

Acho muito interessante uma iniciativa deste porte num momento em que a tão discutida “blogosfera” está em alta. Nada melhor do que aderir ŕ um movimento do tipo.

Topo 24/08/06

Aprendendo a especificidade do CSS

Quem já não enfrentou problemas com a especificidade do CSS? Reformulando melhor a pergunta, se vocę já fez um menu que possui efeitos em seus link que acabam “passando” para o resto dos links do site, já passou por este problema. Pelo menos para mim este é um dos mais comuns que enfrento.

Este artigo tem como propósito ajuda-lo na resolução de tais problemas, fugindo de artifícios como !important que pode acabar lhe atrapalhando mais do que ajudando.

Primeiramente, temos tręs tipos de seletores (falarei mais destes outros termos em outro artigo) e a sua importância aumenta a cada nível que passa:

  1. Seletor de elemento e pseudo-elementos. Ex: a { declaração }
  2. Seletor de classe (e seletores de atributos). Ex: .menulink { declaração }
  3. Seletor de id. Ex: #menulink { declaração }

Desta forma, um seletor de id sobrepőe as declaraçőes do seletor de classe que, por sua vez, sobrepőe as declaraçőes do seletor de elemento.

Continuando com o exemplo dos itens menu, se vocę utilizar apenas o link sem classe alguma e usar um seletor de elemento, apenas, todos os links do site utilizarão tal regra. Porém, se vocę quiser que somente os links do menu tenham tal declaração, só precisamos que seja mais específico, ou seja, se o link estiver dentro de uma div com id “menu”, então, só devemos escrever a regra completa em seu CSS:

div#menu a { declaração }

Assim, somente os links dentro da div com id “menu” terão tais declaraçőes.

Sabendo da especificidade do CSS podemos evitar muitos problemas que poderão acontecer durante o desenvolvimento de qualquer site. Por isso, não custa nada frizarmos estes itens.

7 comentários Assuntos: CSS
Topo 21/08/06

Google Spreadsheets facilitando seu trabalho

Em fase de desenvolvimento, o Google Spreadsheets pode acabar se tornando um concorrente do Excel, apesar de que, na minha opinião, a maioria dos usuários comuns não mudariam de opção, mais por comodidade do que algum outro motivo.

Porém, acho que para quem trabalha e lida bastante com a Internet, o serviço pode ser de grande auxílio. Um exemplo que posso dar é o caso de uma empresa de Web Design, que atua estritamente na Internet e não possui local físico, ou seja, a forma pela qual sua equipe manteria contato seria por e-mail, MSN, Skype, etc.

Até aí percebemos que a forma de comunicação já se restringiu bastante ŕ esses meios “virtuais”, não necessitando de telefone, por exemplo.

Podemos fazer o mesmo com o controle dos serviços ou, até mesmo, o planejamento deles. Não precisamos pegar uma agenda, ou um bloco para anotarmos o progresso dos projetos.

Falando da empresa na qual trabalho, quando chegava algum novo projeto, abríamos um documento no Excel e anotávamos o desenvolvimento do trabalho, as etapas percorridas, equipe envolvida, etc., ou seja, tudo que poderia facilitar no controle do projeto e um melhor planejamento para os próximos que viriam a aparecer. Agora, com essa facilidade do Spreadsheets, evitamos o risco de alguém salvar o arquivo de uma maneira e o outro salvar da sua, deixando tudo trocado, bagunçado ou sem padrão… Já com este serviço, a tabela é atualizada online, prevenindo tais incidentes e facilitando demais sua manutenção, pois vocę não precisa tę-la em seu computador para atualizar; é só abrir o site e pronto. Uma beleza!

7 comentários Assuntos: Geral
Topo 18/08/06

Firefox 2.0 em Outubro

Devido ŕ disputa cada vez mais acirrada dos browsers, mesmo com o IE tendo participação em cerca de 80% dos usuários, a qualidade de seus concorrentes vęm sendo cada vez mais evidenciada, principalmente no meio no qual desenvolvedores de sites estão inseridos.

Para aumentar ainda mais essa disputa, Opera 9 foi lançado no dia 20 de Junho, com muitas opçőes inovadoras e sua compatibilidade ainda maior com os Web Standards. Por parte da Mozilla, estamos habituados ŕ freqüentes atualizaçőes do Firefox (atualmente em sua versão 1.5), garantindo maior segurança e navegabilidade de seus usuários, uma maravilha :)

Agora, de acordo com a Fundação Mozilla, a versão 2.0 do Firefox está sendo adiada para Outubro, um męs depois da previsão anterior. Entre as novidades desta versão estão um verificador ortográfico, alertas anti-phishing, etc.

Tudo isso e, logo no final do ano, com o lançamento do Internet Explorer 7, a disputa tende a esquentar ainda mais.

Esperamos que essa concorręncia venha a beneficiar a nós, desenvolvedores e, claro, usuários.

Topo 15/08/06

Faz sentido se adequar aos Web Standards?

Se vermos pelo lado do Google parece que não. Várias discussőes já foram abertas sobre o fato, pois trata-se de uma empresa que sempre causa um grande impacto a cada novidade que lança e, claro, pela qualidade dos serviços oferecidos.

Mas, se uma empresa desse porte e importância que o Google tem atualmente, por que não adota os Web Standards?

Já que eles não adotam, então não preciso adotar também. Possuem um grande número de acessos e não saem prejudicados por não se adequarem aos padrőes.

Muitos podem pensar assim, fazer um site sem especificar seu DOCTYPE, utilizando tabelas e os famosos spacers em gif para dar o aspecto desejado ao site e, acima de tudo, um código sujo e pesado.

Mas basta fazer uma comparação entre a versão atual com uma escrita corretamente, dentro dos Web Standards, e ver a diferença. Pode parecer pouco, mas há uma diferença maior de 1k por página, ou seja, num site com um tráfego enorme como o Google isso faz toda a diferença. Então, por que ser contra se adequar aos padrőes?

Topo 11/08/06

Links patrocinados valem a pena?

Muito já se falou sobre o Google Adsense e serviços do tipo que consistem em publicar links, relativos ao conteúdo do site no qual estão sendo expostos.

A idéia é muito boa e de certa forma até que funciona. Da mesma maneira que este parece ser um grande negócio, muitos se empolgaram com a idéia e cederam um espaço de seu site, para ver se dava algum resultado. Eu mesmo já deixei um bom tempo, uns meses até, mas não veio nenhum retorno. Nada mais que apenas alguns míseros centavos.

Será que valeu a pena?

Continuar lendo…

Topo 11/08/06

Open Source Web Design – Um novo conceito

Até já postei em outro artigo sobre um site que oferecia templates muito boas, utilizando XHTML e CSS válidos, ótima opção para estudos e testes.

Porém, há alguns dias, entrei num site que está criando um novo conceito para a área. São os Web Designs “open source”.

Trata-se de simples templates, entre layouts de tamanho fixo ou relativo. Dentro de cada um destes tipos, há tręs variaçőes: uma coluna, duas colunas e tręs colunas. Na verdade, o que o site faz é lhe fornecer um XHTML e CSS simples e prontos para serem customizados.

Novamente ressalto que o uso de templates é legal para efeito de estudo e testes. Nada melhor que vocę criar seus próprios sites do “zero”, com um bom editor de código :)

Topo 08/08/06

IE7 não compatível com CSS?

De acordo com um tópico criado no Slashdot, por Jeff Reifman, o Internet Explorer 7 (resumidamente falando) não é compatível com os Web Standards e, conseqüentemente, CSS. Segundo ele, o IE7 possui 54% de compatibilidade, enquanto o Firefox possui nada menos que 93%.

Vale notar a diferença entre o IE7 (54%) e o IE6 que está em conformidade em apenas 52%. Então, qual seria a evolução? Será que continuaremos a ser forçados a adotar duas formas para desenvolver um site, para que os usuários do IE possam visualizá-lo de forma correta?

Se vocę ficou sedento por maiores detalhes dos cálculos feitos para chegar em tais percentuais, há uma explicação bem detalhada sobre o estudo e uma tabela com vários valores de outros navegadores e tecnologias diferentes.

Topo 07/08/06

IE7 e ClearType

Com o lançamento do Internet Explorer 7 e, conseqüentemente, Windows Vista, o recurso ClearType será ativado automaticamente. Presente desde o Windows 2000 (se não me engano), é um recurso que nem todo mundo percebeu.

Ativando o ClearType

Muitos de nós, Web Designers, sabemos como o recurso faz diferença. Para quem ainda não conhece, ele nos possibilita visualizar as fontes sem os serrilhados, deixando-as com os cantos mais suaves.
Conheço muita gente que prefere utilizar imagens em títulos de destaque, quando é necessário fonte grande, pois desconhece este recurso. Além disso, há aqueles que não sabem como ativá-lo.

Então, boa iniciativa da Microsoft em torná-lo um recurso padrão, deixando o usuário livre de mais este detalhe.

Links Randômicos
Meta
Apoio
Créditos
Creative Commons