Pular para conteúdo 
Зеленый кофе

O autor

Carlos Eduardo de Souza, Front-End Developer & Interface Designer na Coopers Digital Production, dedica seu tempo para o desenvolvimento de uma Web mais acessível. Possui certificado W3C em Mobile (sites e web apps) e HTML5.

Portfolio e blog sobre Web Standards – project.47, de Carlos Eduardo de Souza

Blog

Topo 27/08/08

Porque o Web Designer precisa colaborar com o CSS

Esse é um assunto totalmente pertinente para o pessoal da área de Web Design que, ao meu ver, também deve ter conhecimentos de HTML e CSS. Se isso não acontece, ao menos, deve haver um bom diálogo entre quem faz a criação dos layouts com aqueles que irão desenvolvę-los, para saber das limitaçőes que este tipo de mídia (Web) oferece, assim como qualquer outra.

Já escrevi um arquivo dando algumas dicas para melhorar seu rendimento como profissonal, na área dos Web Standards, e a proposta deste artigo é parecida, mas unindo a área de Design com o desenvolvimento do site.

Comunicação como primeiro passo de um projeto bem sucedido

A comunicação entre ambas as partes é extremamente essencial para o sucesso do projeto, seja ele de pequeno, médio ou grande porte.

Fazendo um pequeno estudo de caso, aqui na agęncia estamos finalizando um grande site que exigiu muita cooperação entre as equipes, tudo baseado na comunicação entre seus integrantes.

Mas para quę serve essa comunicação? Como disse anteriormente, mais especificamente no caso dos Web Designers, os profissionais devem saber as limitaçőes que o meio oferece. Uma boa maneira de esclarecer todas essas dúvidas, encontrada aqui na Mídia Digital, foi a execução de um workshop para o pessoal da equipe de Criação, no qual fiz uma apresentação e um documento, expondo as principais limitaçőes que a diversidade de resoluçőes, navegadores, etc., impőem em nosso trabalho.

Partindo para a prática

Com a difusão de conhecimentos, através dos workshops sobre as limitaçőes do Web Design, para que se faça um site conciso e acessível ao maior número de usuários, chegou a hora da execução dos layouts.

Sugerimos que fossem criados padrőes para os elementos visuais, mantendo a unidade visual, conceito muito bem aplicado em revistas e jornais que, em muitos casos, é esquecido quando analisamos as páginas na Internet.

Elementos criados e aplicados, é a hora do Designer desenvolver um arquivo contendo os elementos padrőes do site e agrupá-los em uma espécie de arquivo modelo, para que o Front End Developer (desenvolvedor da parte HTML e CSS) possa utilizá-los e criar seus códigos flexíveis, ao ponto de poder utilizá-los quando necessário.

Por exemplo, há tręs tipos de títulos nas páginas internas, botőes de formulário e selos para diferentes tipos de produto que, ao serem inclusos neste arquivo, mostram que serão utilizados em qualquer página do site. Assim os desenvolvedores fazem as classes no CSS sem especificidade, para que possam ser aplicados a qualquer momento.

Desenvolvendo o código

Após passar a etapa do diálogo inicial, expondo todas as limitaçőes da Web e criação dos padrőes visuais, além dos layouts em geral, chega a hora o desenvolvedor pôr os Web Standards em prática, produzindo seu código HTML e CSS flexível o bastante para aplicar tais elementos nas páginas, quando necessário.

Para projetos maiores, recomendo dividir seu CSS em arquivos separados, por exemplo, o primeiro serve como índice, anexando outros dois arquivos. Um deles abriga as definiçőes gerais do site como fontes, alinhamentos, botőes, links, selos, etc., ou seja, tudo que envolve aquele arquivo padrão criado pela Criação. Depois disso, o terceiro arquivo envolve todas as especificaçőes de cada página, contendo os elementos específicos, que não são aplicáveis nos padrőes do site.

Um ponto bem interessante é que muito Web Designer, ao ver seu site aplicado, fica um pouco frustrado, seja por certos exageros cometidos na criação (sem saber das limitaçőes do meio), ou por falha do desenvolvedor do HTML e CSS. Neste último caso, após um bom diálogo entre ambas as partes e a criação do arquivo padrão de layout, não haverá desculpas para falhas na construção do site.

Como resultado, um site bem resolvido

No desenvolvimento de todo e qualquer projeto, se nos basearmos na comunicação entre as equipes envolvidas, a chance de sucesso é muito grande. Inclusive, como saldo de todo esse processo, as chances de haver a temida refação são muito menores, pois o número de ajustes tende a ser bem menor.

Voltando ao nosso estudo de caso, a nossa Designer ficou satisfeitíssima com o resultado da produção do HTML e CSS, devido a fidelidade com os layouts que ela nos entregou.

Inclusive, esse fato não se deve somente a qualidade da equipe envolvida no projeto, mas a toda essa organização e padronização do processo, facilitando o trabalho em ambas as partes.

Assuntos: CSS, Web Design, XHTML
Trackback Feed deste artigo

4 comentários para "Porque o Web Designer precisa colaborar com o CSS"

  1. Carlos via Rec6 | 29/08/08 - 2:54 pm

    Porque o Web Designer precisa colaborar com o CSS Portfolio e blog sobre Web Standards – project.47…

    Esse é um assunto totalmente pertinente para o pessoal da área de Web Design que, ao meu ver, também deve ter conhecimentos de HTML e CSS. Se isso não acontece, ao menos, deve haver um bom diálogo entre quem faz a criação dos layouts com aqueles que……

    Topo
  2. Sexta-feira dos Web Standards #15 · Portfolio e blog sobre Web Standards - project.47 | 12/09/08 - 11:17 am

    […] qualquer desenvolvedor de HTML e CSS. Na verdade, costumo falar muito aqui sobre a necessidade dos Web Designers saberem sobre CSS, mas o contrário também deve acontecer. Claro, falo isso no sentido profissional, ou seja, aqueles […]

    Topo
  3. Melhorando seu processo de trabalho · Portfolio e blog sobre Web Standards - project.47 | 10/10/08 - 3:34 pm

    […] Já escrevi por aqui um artigo bem interessante sobre como melhorar seu rendimento profissional, além de outro fator que influencia diretamente no assunto deste post, a colaboração que deve ocorrer entre Web Designer e desenvolvedor CSS. […]

    Topo
  4. Gerson Bastos | 8/06/09 - 9:54 pm

    Css é tudo de bom. Já que facilita a vida do desenvolvedor, além de oferecer vantagens como páginas mais leves e organizadas(código).

    Bons profissionais são assim, se completam.

    Topo
Comente este artigo
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório)

Links Randômicos
Meta
Apoio
Créditos
Creative Commons