Pular para conteúdo 
Зеленый кофе

O autor

Carlos Eduardo de Souza, Front-End Developer & Interface Designer na Coopers Digital Production, dedica seu tempo para o desenvolvimento de uma Web mais acessível. Possui certificado W3C em Mobile (sites e web apps) e HTML5.

Portfolio e blog sobre Web Standards – project.47, de Carlos Eduardo de Souza

Blog

Topo 30/03/06

Target… Eis a questão!

Um assunto amplamente discutido é a utilização do atributo target em seu site. Sim, a W3C não recomenda seu uso e, inclusive, se vocę utilizar este atributo em um documento HTML Strict ou XHTML Strict (como este site), o HTML Validator retorna uma mensagem de erro.

Aí é que entra a questão e fica a dúvida para muitos: Usar ou não usar target, eis a questão! Pensando nisso, resolvi escrever este artigo para debater o assunto.
Sim, muitos são a favor (como eu) pois vocę pode “controlar” quais links serão abertos na mesma janela (de preferęncia, os que pertencem ao mesmo site) e os que abrirão em novas janelas (na maioria dos casos, aqueles direcionados ŕ páginas “separadas”).

Porém, não faltam argumentos que defendem a idéia de que não se deve usá-lo, e com certeza também são corretos…

As justificativas são plausíveis, mas acho que ainda não estamos preparados para utilizá-las. E vou dizer porque. Alguns motivos que defendem a idéia de não usarmos o target são os seguintes:

  • Alguns dispositivos móveis não suportam o “abrimento” (desculpe, não encontrei a expressão certa :S ) de novas janelas;
  • Atualmente, a maioria dos browsers possuem as abas para navegação, o que elimina a necessidade de que novas janelas sejam abertas;
  • O usuário pode escolher se quer abrir ou não outra janela, necessitando, somente, segurar a tecla SHIFT para fazę-lo.

Concordo em gęnero, número e grau com os argumentos. Porém, tenho certeza absoluta que os usuários não estão preparados para isso. Tanto na parte do browser que utilizam (grande maioria, infelizmente, utiliza o “IEca”, que não suporta o “tabbed browsing”) como na experięncia insuficiente para saber que se pressionar a tecla SHIFT o link abrirá em outra janela (parece coisa simples, mas vá perguntar para um usuário “comum” se ele sabe disso). Creio que em uns 2 anos isso será totalmente compreensível, mas, atualmente, creio ainda que não está na hora.

Trackback Feed deste artigo

Nenhum comentário para "Target… Eis a questão!"

Comente este artigo
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório)

Links Randômicos
Meta
Apoio
Créditos
Creative Commons